quinta-feira, 4 de outubro de 2012

CONJUNTURA POLÍTICA E O JEITO DE VOTAR BRASILEIRO

Por Izaias Silva

Painel criação da artista Ir. Adélia Carvalho


No próximo sábado, dia 6 de outubro, véspera das eleições, teremos o nosso CEBI METROPOLITANO com o tema "Conjuntura Política e o Jeito de votar brasileiro". Dessa vez será em formato de roda de diálogo tendo como facilitadoras Silvia Maria e Josélio.

O CEBI METROPOLITANO, como podemos dizer, é a porta de entrada para o estudo da leitura popular da Bíblia. É uma excelente oportunidade para que você possa nos conhecer e participar conosco das nossas  atividades.

Venha, participe e traga mais uma pessoa amiga!

Local: Paulus Livraria Recife
Endereço: Rua Dantas Barreto, 1000 B - São José
Horário: 8h30
Mais informações:5581 32316532 (CEBI) todas às tardes com Mana.

Esperamos por Você!

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Ser cristão no mundo de hoje, a partir do Concílio Vaticano II: Pela prática constante do amor



Com o objetivo de oferecer para as pessoas uma possível compreensão da vivência e da espiritualidade cristã em suas consequências éticas no tempo que se chama “hoje”, à luz da contribuição do Concílio Vaticano II, Frei Aluísio Fragoso estará oferecendo este curso que é uma excelente oportunidade para se refletir as urgências da vida a partir da fé cristã. O mesmo ocorrerá  todas as quintas feiras de outubro e e as duas primeiras de novembro (no período de  06/09 a 08/11), no horário das 15h30 às 17h30, na UNICAP, no Espaço Loyola – térreo do bloco B. O investimento será de  R$ 53,00 (taxa única).

Compareça e traga consigo mais pessoas. 

VII Kipupa Malunguinho




Coco na Mata do Catucá. 7 Anos Unindo o Povo da Jurema!
23 DE SETEMBRO DE 2012
 
Roteiro e Programação: 
 
Artistas e Mestras, Mestres convidados: Mestre Galo Preto, Zé de Teté, Grupo Bojo da Macaíba, Grupo Pandeiro do Mestre, Maracatu Rosa Vermelha, Maracatu Obá Onilu, dentre outros artistas do coco pernambucano.
 
7h. Saídas dos ônibus (Memorial Zumbí- Carmo Recife) e dos terreiros e municípios de Paulista, São Lourenço da Mata, Recife, Goiana etc;
 
8h. Encontro na Prefeitura de Abreu e Lima dos ônibus e pessoas;
9h. Chegada na mata (local do evento);
9h20. Abertura Solene com diálogo e palestra sobre Malunguinho (normas do evento);
10h. Entrega do "Prêmio Mourão que no Bambeia" aos homenageados: 
 
In memorian:
Mãe Marlene de Oxum Ajangurá
Mestra Jardecilha
Pai Brivaldo Alambaê
João Romão
 
Vivos:
Mãe Terezinha Bulhões
Dona Dora
Mãe Graça de Xangô 
 
11h. Entrada na mata com rituais de Jurema;
11h30 Ritual para Malunguinho com Juremeiros e Juremeiras e povo de terreiro (gira, cânticos, louvações e oferendas);
 
12h20 Coco na Mata com os mestres e mestras do coco e da Jurema;
18h. Fechamento e retorno do comboio de Malunguinho. 
 
Como se inscrever?
Local: Loja de Eliane no Mercado de São José
Valor: 10$ (Dez Reais)
Pessoas de outros Estados: Mandar dados (Nome, Instituição e Contato) para: annepenaforte@yahoo.com.br (Produção)
 
Local do Evento: Matas do Engenho Pitanga II, Área Rural de Abreu e Lima (Catucá).
Saída as 7h da manhã no Memorial Zumbí dos Palmares. Carmo Recife e dos terreiros e localidades de toda cidade.
 
Contatos e informações:
Anne Cleide - 81. 8473-1828 (Produção)
Alexandre L’Omi L’Odò - 81 8887-1496  (Coordenação)
João Monteiro- 81 9428-4898 (Coordenação)




quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Makota Valdina - Um Jeito Negro de Ser e Viver

video


  Valdina Pinto de Oliveira nasceu em 15 de outubro de 1943 no bairro do Engenho Velho da Federação, na cidade de Salvador, Bahia. Sempre morou neste bairro que é, ainda hoje, um local onde a maioria da população é negra, e onde a presença de comunidades de terreiro de Candomblé é marcante. 

Desde a juventude, Valdina Pinto esteve envolvida com ações sociais na sua comunidade, acompanhando seu pai, Paulo de Oliveira Pinto – Mestre Paulo – ou sua mãe, Eneclides de Oliveira Pinto, mais conhecida como D. Neca, que foi líder comunitária e primeira referência política da filha.

Leia mais...

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Estado a serviço da Nação


Marcelo Barros[1]
“Queremos um estado a serviço da nação, que garanta direitos a toda população!”. Esse é o tema do 18º Grito dos Excluídos que em todo o Brasil ocorre nesta sexta feira 07 de setembro . O grito leva às ruas a mobilização popular que denuncia o modelo atual de política que ainda preserva as raízes da desigualdade social e da injustiça estrutural, base da nossa organização social e política.
Há quem pense que o Grito dos Excluídos e esse tipo de mobilização social estão esgotados. De fato em uma sociedade na qual tudo é espetáculo de massa, se torna mais difícil mobilizar organizações e movimentos populares, principalmente neste 07 de setembro, final de semana prolongado e início de temporada de praia. Entretanto, a cada ano, o grito tem crescido. Fica mais organizado e se espalha por todo o país. O Grito é protagonizado pelos movimentos populares e apoiado pelas pastorais sociais ligadas à Igreja Católica, como iniciativa ecumênica e laical. É um gesto profético em defesa da justiça e do direito de todos. Em outros tempos, bispos que eram verdadeiros pastores como Dom Hélder Câmara se colocavam como voz dos que não tinham voz. Hoje os próprios excluídos lutam para ter voz e vez no embate por uma plena cidadania.
Simone Weil dizia: “Eu reconheço quem é de Deus, não quando me fala de Deus, mas pelo seu modo de se relacionar com as pessoas e de lutar pela justiça no mundo”. A ONU acaba de confirmar: o Brasil é a sexta economia do mundo, mas apenas três países ganham de nós em desigualdade social. Não poderemos mudar essa realidade apenas com gritos, mas, de fato, o Grito dos Excluídos é um movimento mais amplo do que apenas a mobilização de massas que sai às ruas no 07 de setembro. Inclui reuniões, manifestos assinados e aprofundamento de debates políticos com propostas alternativas importantes para o país.
Neste ano, o Grito dos Excluídos ocorre em meio à campanha eleitoral pelas prefeituras e câmaras de vereadores. Infelizmente, assistimos a alianças partidárias que não se baseiam em acordos programáticos e propostas novas para o país. Visam apenas garantir mais tempo em programas de televisão e têm como única meta a conquista do poder. É preciso outro modelo de política, não apenas parlamentar, mas participativo e comunitário. O Grito dos Excluídos ensaia esse protagonismo popular.
Para quem é cristão, a meta da vida espiritual é viver e testemunhar no mundo o reinado divino, projeto de um mundo novo regido pelo amor e pela justiça. Nenhum regime social esgota a realidade do reino de Deus, mas uma sociedade mais justa e democrática é sinal que aponta para a efetivação desse projeto divino. Na carta aos romanos, Paulo afirma que precisamos passar de um tipo de fé que não leva à justiça a uma fé que realmente leve à realização da justiça (Cf. Rm 1, 17).


[1] Marcelo Barros, monge beneditino, é biblista de formação e atualmente coordenador latino-americano da Associação Ecumênica de Teólogos/as do Terceiro Mundo (ASETT). É assessor nacional das comunidades eclesiais de base e de movimentos populares. Tem se dedicado especialmente a estudar o pluralismo cultural e religioso e particularmente ao contato com as religiões de matriz afro-descendente. Publicou 44 livros no Brasil, alguns traduzidos em outros idiomas, além de vários livros coletivos, como a coleção “Pelos muitos caminhos de Deus”, sobre teologia pluralista da libertação.

O céu de Suely

O Céu de Suely 

Hermila (Hermila Guedes) é uma jovem de 21 anos que está de volta à sua cidade-natal, a pequena Iguatu, localizada no interior do Ceará. Ela volta juntamente com seu filho, Mateuzinho, e aguarda para daqui a algumas semanas a chegada de Mateus, pai da criança, que ficou em São Paulo para acertar assuntos pendentes. Porém o tempo passa e Mateus simplesmente desaparece. Querendo deixar o lugar de qualquer forma,  Hermila tem uma idéia inusitada: rifar seu próprio corpo para conseguir dinheiro suficiente para comprar passagens de ônibus para longe e iniciar nova vida.




terça-feira, 28 de agosto de 2012

Teologando Ir. Adélia e Dom Sebastião Armando

Programa de entrevista com a artista plástica Adélia Carvalho e o Bispo da Igreja Episcopal Anglicana do Recife Dom Sebastião Armando.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Amanhã em Olinda


A amanhã, 21 de agosto, a partir das 14h, os povos de Terreiro e demais interessados se encontrarão no Palácio de Iemanjá (Casa de Pai Edu) para um momento discussão séria sobre a intolerância religiosa em Pernambuco. Será um momento de se reunir com várias comunidades tradicionais de terreiros para efetivar uma discussão de amplo alcanse. Compareçam para não ficarem de fora deste processo importante para todos nós. Particpe


quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Campanha Bíblia na Vida



Ampliar imagem

Unaí/MG e Pedro II/PI, 07 de agosto de 2012.
Querido irmão,
Querida irmã,
Por meio da presente, o CEBI - Centro de Estudos Bíblicos - se dirige à sua igreja, (comunidade, paróquia, congregação ou grupo) no intuito de contar com a sua solidariedade em favor da Campanha BÍBLIA NA VIDA.
O povo tem sede da Palavra de Deus. E a história dos últimos cinqüenta anos aqui no Brasil nos ensina que, quando interpretada de forma comprometida e libertadora, a Bíblia se traduz em Vida, em ação transformadora para que o Novo aconteça! Todas e todos nós sabemos quantas pessoas e grupos conseguem, a partir da Leitura Popular da Bíblia, transformar sua vida, a vida de sua comunidade e a realidade local.
A Campanha BÍBLIA NA VIDA tem por finalidade estimular as comunidades a destinar as ofertas do Segundo Domingo de Setembro (ou de outro domingo, de acordo com o calendário local), para o trabalho de formação bíblica desenvolvido pelo CEBI junto às comunidades e grupos de todo o Brasil.
Contamos com seu gesto de solidariedade, na certeza de que a partilha é sempre mais forte do que o individualismo que muitos desejam que reine em nossos dias. O pouco que partilhamos é como as duas moedinhas da viúva (Mc 12,42). Constitui-se em verdadeira riqueza a nos conduzir pelo caminho de Deus, em que nem traças nem ferrugem as corroem, nem ladrões as arrombam nem roubam, pois "onde estiver vosso tesouro, aí também estará o vosso coração" (cf. Mt 6,20-21; Lc 12,33-34).
Os recursos arrecadados com a campanha serão assim distribuídos:
-   40% retornarão para o Estado de onde partiram as doações;
-   20% constituirão um fundo de apoio às regiões mais necessitadas;
- 40% serão destinados a atividades de formação bíblica de caráter nacional desenvolvidos pelo CEBI.
Os valores podem ser depositados diretamente na conta:
Centro de Estudos Bíblicos - CEBI
Banco do Brasil
Agência 2904-1
Conta 25200-X
Em nome de todas as pessoas que assim, com seu apoio, se beneficiarão da Palavra de Deus em sua vida, expressamos nossa alegria e renovamos o compromisso de aplicar o valor doado com o maior cuidado e toda a transparência na prestação de contas.
Que você possa experimentar continuar experimentando os frutos da ressurreição!
Em Cristo,

Frei Carlos Mesters                                  Adeodata dos Anjos
Assessor do CEBI                                 Diretora Nacional do CEBI               

terça-feira, 7 de agosto de 2012

SEMINÁRIO DE METODOLOGIA POPULAR DA BÍBLIA



Nos dias 21 e 22 de abril de 2012, mulheres e homens que assessoram as diversas modalidades de ação do CEBI em Pernambuco, vindos desde o sertão até o litoral, se debruçaram sobre o jeito como estão alimentando a Educação Popular a partir da Leitura Popular da Bíblia - LPB). Tiveram como facilitadora Adélia Carvalho (biblista, artística plástica, com vasta experiência no campo da metodologia da educação popular) e como facilitador José Leandro (biblista, mestre em linguística, estudioso da educação popular).
Este Seminário é parte da execução do Planejamento do CEBI – Pernambuco para o ano 2012, e surgiu a partir das discussões na assembleia estadual, na qual foi percebido que havia a necessidade de rever as práticas metodológicas do CEBI no estado.
Os objetivos específicos: vivenciar o Espírito que move a Palavra em meio ao povo de Deus; aprimorar os conhecimentos e saberes nas práticas de LPB nas comunidades e grupos assessorados pelo CEBI no Estado de PE; apropriar-se das ferramentas metodológicas utilizadas na Educação Popular aplicando-as à Leitura Popular da Bíblia.
O espírito que move a palavra foi celebrado desde início, quando o grupo apresentou-se diante da Divindade, na abertura do Seminário, ofertando terra, água, fogo e ar, juntamente com seus próprios corpos.
 Ao longo do seminário, através de diversas formas de atividades individuais e em grupo, com apresentações e discussões em plenária, as pessoas participantes buscaram responder algumas perguntas:

1)    Como, de fato, fazemos a LPB em nossas comunidades e grupos?
2)    Podemos dizer que de fato estamos praticando a ação popular, em nosso jeito de ler a Bíblia? Em que aspectos sim e em que aspectos não?
3)    Como você estuda a Palavra de Deus e medita sobre ela? E como consegue relacionar os textos bíblicos com sua vida?
4)    O que entendemos quando falamos que a nossa proposta metodológica parte da realidade?  O que engloba este ponto de partida?     
    Estas indagações são, ao mesmo tempo, fruto das inquietações verbalizadas na assembleia estadual de 2011, e, foram reforçadas nas reflexões promovidas nas áreas do Estado (Sertões, agreste, litoral), em preparação para o Seminário Estadual.
            Em um primeiro momento, individualmente, as pessoas  escreveram uma carta sobre a sua experiência pessoal e como assessor/a na LPB. Em um segundo momento, por área (sertões, agreste, litoral), juntaram as vivências expressas na carta individual, o que deu origem a carta por área.
            Por fim, os dias de estudo, convivência e celebração resultaram em um compromisso, que se expressa na Carta de Pernambuco, promulgada, por todas as pessoas participantes,  que é a comunhão da vida do CEBi no estado.

Recife, abril de 2012

Adélia Carvalho
José Leandro
José Josélio
Rosicleide Trindade (Mana)
Sílvia Souza

quarta-feira, 30 de maio de 2012

METROPOLITANO: Bíblia, Juventude e Política







Por: Mana e Torquato Silva

No próximo sábado dia 02 de junho,na Livraria Paulus, Recife, teremos o nosso CEBI  Metropolitano, com o tema:  Bíblia, Juventude e Política. Com a participação de jovens do bairro de Santo Aleixo, Jaboatão Centro, que fazem parte do Ponto Missionário da Liberdade e do MJPOPLiberdade (Monitoramento Jovem de Politicas Públicas). Essa juventude já vem de uma caminhada muito interessante no acompanhamento de políticas públicas além do diálogo ecumênico estabelecido na própria comunidade a partir da experiência de participação da Rede Ecumênica de Juventude


Local: Paulus Livraria Recife
Endereço: Rua Dantas Barreto, 1000 B - São José
Horário: 8h30
Mais informações:5581 32316532 (CEBI) à tarde



Esperamos por Você!

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Dia 18 de maio

"Trouxeram-lhe também criancinhas, para que ele as tocasse. Vendo isto, os discípulos as repreendiam. Jesus, porém, chamou-as e disse: Deixai vir a mim as criancinhas e não as impeçais, porque o Reino de Deus é daqueles que se parecem com elas. Em verdade vos declaro: quem não receber o Reino de Deus como uma criancinha, nele não entrará." (Lucas 18,15-17)



segunda-feira, 14 de maio de 2012

Escola Bíblica Ecumênica

Por Jane Menezes Blackburn e Torquato Silva 






"Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras" (Hebreus 10,24)




É um grupo de estudos bíblicos que conta com a participação de pessoas de diversas igrejas. A EBE é fruto da parceria entre Diaconia e o Centro de Estudos Bíblicos (CEBI-PE).  

A EBE - Escola Bíblica Ecumênica é assim entendida:

Escola, porque é um processo coletivo de aprendizagem; Bíblica, porque aprofunda a mensagem da Bíblia; Ecumênica, porque a participação é aberta às várias Igrejas Cristãs e a todas as pessoas. Assim, de maneira comunitária se pretende aprofundar o conhecimento da Bíblia na vivência das comunidades, proporcionando um espaço de diálogo, reflexão e troca de experiências. Também se busca promover o respeito às diversidades. 

A EBE tem como metodologia a valorização da participação pessoal e do processo do grupo.  Isso exercendo o modelo de liderança compartilhada.  


Um pouco do que já foi estudado na EBE

2004 – A história do povo de Deus2005 – Profetismo2006.1 – O Profeta Jeremias

2006.2 - O reino de Deus2007.1 – O Profeta Elias2007.2 – Rute2008 – Apocalipse2009.1 – 1ª Carta de João2009.2 – Eclesiastes2010 – Atos dos Apóstolos

2011 – Formação dos evangelhos 
2012 – Cartas Paulinas (Gálatas e Filipenses)    


O Eterno Luiz Carlos Araújo




Luiz Carlos, foi um dos fundadores do CEBI-PE e idealizador da EBE. Luiz, encanto, poesia, palavra viva, testemunho. Lua, foi exemplo de vida para todas as pessoas do CEBI. Mas, quem conviveu na EBE teve o privilégio de beber um pouco dessa fonte. Em março de 2011 Luiz, cheio de luz,  "iluminado pela mais bela lua das últimas décadas" fez sua páscoa. A pessoa cheia de Espírito, Palavra e Vida passou a nos alimentar com seu jeito de dançar ao som da música de Lulu Santos, com nossas danças em círculos. É sua autoria o livro O Espírito e a Palavra



DEPOIMENTOS

"Luiz, é um dos fundadores do CEBI-PE. Um dos principais mentores da Escola Bíblica tal qual a conhecemos. Um homem bom de garfo e copo. Luiz era de uma alegria sem par. Pai, avó e amigo, sabia como poucos viver o seguimento de Jesus. Sorriso largo, coração aberto, Luiz era, ele mesmo, a maior prova de que o Reino de Justiça é construção do dia a dia. Fez sua páscoa na quaresma de 2011. O CEBI-PE se reuniu e celebrou a vida e os quatro elementos no dia comemorativo de seu primeiro ano na eternidade. "Nada do que foi será do jeito que já foi um dia", como era antes de Luiz" (Silvia Maria, coordenação estadual, membro da Igreja Romana)

"Luiz Carlos Araújo foi um dos articuladores da Escola Bíblica Ecumênica e da Escola Bíblica de Animadoras e Animadores Populares de Pernambuco. A primeira continua como atividade em parceria entre o CEBI e a Diaconia, preservando seu espírito ecumênico no nome e na prática. A segunda atividade passa por um processo de reformulação de sua metodologia de Educação Popular, o qual já havia começando com o próprio Luiz em vida, quando a escola passou a se chamar "A Palavra na Vida", denominação que mais se aproximava do próprio espírito da escola que, para Luiz, era escola de vida. 
Um pouco dessa história das escolas bíblicas pode ser lida no texto "Escola Bíblica e Educação Popular", elaborado pelo próprio Luiz. Alí, em 2006, se iniciava o processo de rompimento com a linearidade do estudo da Bíblia e uma imersão nas temáticas que surgiam no nosso dia-a-dia. Tais como as relações de gênero, religião, ecologia, política e as provocações sobre etnia e sexualidade.
Esse era o Luiz, sempre provocador, dinâmico, incansável animador, que ao som de "Como uma onda no mar" (Lulu Santos) embalava e se deixava embalar pela vida. Entre "as manhas e as manhãs, o sabor das massas e das maçãs", nos encantava, principalmente quando dizia o seu sonoro "pooooooooooooorrrrrrraaaa" que chocava os mais desavisados, mas logo nos acostumávamos  e, nós mesmos, o provocávamos com nossas interrogações só para ouvir a sonora palavra seguida das gargalhadas da gente reunida.
Saudades Luiz, muito deixastes do teu espírito, tão próximo do espírito de Jesus. Não é uma surpresa, quando o Espírito da divindade habita no nosso meio, que sejamos imitadores do Cristo. (José Josélio da Silvacoordenação estadual, membro da Igreja Romana)



"Luiz Carlos era uma pessoa maravilhosa! Mestre, desses que lhe provocam, que questiona e ajuda a viver. Eu o conheci assessorando um encontro chamado "Visão Global da Biblía", onde durante um final de semana era feito um panorama da Bíblia, numa das atividades do CEBI-PE, nos idos de 1992, creio. Fiquei encatada com sua maneira de colocar, perguntar e provocar sobre nossa vivência da Palavra de Deus na Bíblia; sobre como nós percebíamos "qual era a de Deus na Bíblia" e, consequentemente, como a Bíblia podia contribuir para nossa vida. 
Ele me chamou para fazer parte da equipe da Escola Bíblica Estadual. Ali eu reaprendi com ele a viver. foram quase 20 anos de convivência, preparando etapas de Escolas, como também era quem conduzia a assessoria de maneira leve e humana, sempre atento a qualquer dificuldade que nós tivéssemos. 
Brincalhão, alegre, mas amigo sincero, ele me acompanhou em minha vida, tanto em meus problemas, quanto nas horas de festa, estando junto, fazendo-me sempre abrir novos caminhos, até o dia em que se foi. E continua comigo, dentr de mim, em meu coração, em minha vida. Aí que saudade, Luiz!!! Chero!" (Miguel Torquato e Mary Ruth, Grupo de Mulheres, membro da Igreja Batista)



Mais fotos da EBE. Clique aqui...


Equipe da Escola Bíblica Ecumênica: 

Ivan Carlos Costa MartinsJane Menezes BlackburnFátima Maria Gomes Lima e Severino de Souza Florêncio (Secretário)


A Espiritualidade Amorosa de Jesus




O CEBI constitui uma associação ecumênica sem fins lucrativos, formada por mulheres e homens de diversas denominações cristãs, reunidos pelo propósito de captar e fortalecer esse jeito de ler a Bíblia para que, junto com Jesus, possamos orar: "Pai, eu te agradeço porque escondeste essas coisas dos sábios e entendidos e as revelaste aos pequenos. Sim, Pai, assim foi do teu agrado!" (Mt 11,25). 
Foi fundado no dia 20 de julho de 1979. Desde então, existe em Pernambuco. Temos uma sala de estudos no Edf. Olympia, Rua do Hospício, 202, Sala 1105, Boa Vista, 50.060-080 com o contato telefônico 5581 32316532. Funciona à tarde, horário comercial, onde você pode adquirir nosso material bíblico, sempre a preços bastante convidativos. Além das inúmeras atividades, promovemos, a cada semestre, retiros de espiritualidade bíblica. E para isso lançamos nosso convite esperando sua presença.

Retiro de Espiritualidade Bíblica do CEBI-PE: A Espiritualidade Amorosa de Jesus

Você poderá participar conosco de um dia de muita oração e partilha orante da Palavra. Solicitamos a todos que façam a INSCRIÇÃO (veja a ficha de inscrição, em anexo). Podem deixar a ficha com seus dados e a taxa de inscrição (no valor de R$ 20,00), na sala do CEBI, à tarde, com Mana (fone: 81 3231 6532). Com a taxa de inscrição você tem direito a almoço e lanches, além de colaborar com o aluguel do salão (por um dia). A inscrição deve ser feita até o dia 18 de maio, sexta-feira, para que possamos dar o número de pessoas para a coordenação do CENTRO PASTORAL ARQUIDIOCESANO DOM VITAL prepare as refeições.

Você poderá fazer sua Inscrição na Secretaria do CEBI-PE com Mana
Rua do Hospício, 202, Edf. Olympia, sala 1105. Ou ainda com algumas pessoas do CEBI: Com Zeneide (8529 4913);  João Luiz, do CEBI 4º SÁBADO (99622814). Participação na partilha, taxa de R$ 20,00.

Local do encontro de Espiritualidade
Onde: Centro Pastoral Arquidiocesano Dom Vital (antiga Cúria / antigo Seminário da Várzea).  Av. Afonso Olindense, 1764. Lado direito, antes de chegar à Praça da Várzea.
Quando: Sábado, dia 26 de maio de 2012, a partir das 8h.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

CEBI METROPOLITANO ACONTECE AMANHÃ

Por José Josélio*





Amanhã, sábado, teremos o nosso encontro do Metropolitano e o local será no Movimento das Trabalhadoras e Trabalhadores Cristãos. Venha participar com a gente! O CEBI Metropolitano é um encontro de irmãs e irmãos na caminhada da Leitura Popular e Comunitária da Bíblica, é uma porta de entrada para o CEBI e um ambiente maravilhoso de partilha da vida. 

O tema será: "Bíblia e nossa gente excluída!", a partir das 8h30. Quem vai conversar com a gente sobre a temática será Torquato Silva, teólogo, educador popular, assessora encontros de juventude para movimentos e organizações sociais do meio popular, participa da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, Diocese Anglicana do Recife  


Local: MTC – Movimento dos Trabalhadores Cristãos
Rua Gervásio Pires,404 – Boa Vista –Recife-PE
5581 32210241 Mais informações: Centro de Estudos Bíblicos em Pernambuco
Rua do Hospício, 202, Edf. Olympia, sala 1105 
Boa Vista- Recife-PE
Contato: 5581 32316532
E-mail: cebi_pe@yahoo.com.br 


*Educador, sexólogo, estudante de direito (UFPE), assessor do CEBI na temática de Bíblia, gênero e sexualidade.


Endereço do Movimento das Trabalhadoras e Trabalhadores Cristãos
R. Gervasio Pires, 404 - Soledade
Recife - PE 
Contato 5581 32220241